Estudo conclui que os dedos de um homem dizem se ele pode ter esquizofrenia

A pesquisa foi feita por cientistas turcos entre 2012 e 2013 e conclui que o comprimento do dedo indicador com relação ao anelar pode dizer muita coisa

De acordo com um artigo publicado no dia 16 de março de 2015 na revista Clinical Anatomy, os dedos das mãos de um homem podem dizer muito sobre o risco de ele poder ter esquizofrenia. A pesquisa foi feita por cientistas turcos entre 2012 e 2013 e conclui que o comprimento do dedo indicador com relação ao anelar pode dizer muita coisa.


Para que a pesquisa fosse realizada, ela precisou contar com a colaboração de 103 pacientes com esquizofrenia confirmada e de 100 homens que não tivessem nenhum problema de saúde. Os pesquisadores mediram o dedo indicador e anelar de cada um dos participantes e finalmente encontraram uma diferença significativa entre eles.

Resultado da pesquisa

Segundo os cientistas que participaram dessa pesquisa, a diferença entre os dedos da mão direita de um homem esquizofrênico é significativamente maior do que a dos homens sem problemas de saúde. O estudo constatou que o dedo anelar deles é mais curto do que o indicador. Já na mão esquerda, essa relação é mais baixa do que os homens saudáveis.

E por que isso acontece? Pesquisas anteriores já comprovaram que níveis elevados de testosterona e outros hormônios podem afetar várias coisas no funcionamento do corpo humano. Aquele que afeta o cérebro e causa esquizofrenia e outras doenças mentais são os mesmos que interferem no desenvolvimento e crescimento dos dedos.

E será que isso é realmente verdade?

Apesar de ser o primeiro estudo que relaciona os dedos com a esquizofrenia, esse tipo de pesquisa já foi realizada anteriormente com outras coisas. Por exemplo: alguns cientistas já identificaram ligações entre o tamanho dos dedos e agressividade física, desempenho acadêmico, doenças do coração e até mesmo orientação sexual.

Porém, a pesquisa foi realizada apenas com homens, ou seja, se você é mulher, não adianta olhar para a sua mão nesse momento, não há nada que comprove a relação entre os dedos e esquizofrenia nas mulheres. Além disso, segundos os pesquisadores, vários outros estudos precisam ser feitos para que tudo isso seja realmente concluído.

 

Fonte: Mega Curioso