Estudo revela qual é posição mais perigosa na cama para homens

Além de dor, a fratura peniana provoca um “estalo”.

Cientistas brasileiros realizaram um estudo sobre as causas e sintomas da “quebra” do membro masculino.

Os registros de situações de emergências em hospitais do nosso país mostraram que as posições mais “aventureiras” são as responsáveis por metade de todas as fraturas do órgão.

A pesquisa, publicada na “Advances in Urology”, concluiu que ter relações com a mulher por cima é potencialmente a posição mais arriscada para tal fim.

Além de dor, a fratura peniana provoca um “estalo”, o que ocorreu em 50% dos casos.

Um tratamento não-cirúrgico pode deixar até 50% dos pacientes com o membro permanentemente deformado. Ademais, nos casos estudados as vítimas também sofreram de disfunção erétil e com uma vida sexual mais doloroso depois da “quebra”.

No entanto, vale ressaltar que o problema com este estudo é o tamanho de amostra que ele utilizou. Isso porque o hospital só foi capaz de encontrar 44 pacientes com fratura peniana que foram enquadrados no estudo.

Destes, 28 homens sofreram os ferimentos através de uma relação íntima heterossexual e 4 durante uma relação homossexual. O restante se feriu de outras formas.


Estudo   revela qual é posição mais perigosa na cama para homens  (Crédito: Divulgação)
Estudo revela qual é posição mais perigosa na cama para homens (Crédito: Divulgação)
Fonte: Com informações do Gadoo