Estudo revela que é impossível viajar no tempo

Estudo revela que é impossível viajar no tempo

Um estudo publicado revelou que é impossível viajar no tempo

Um estudo publicado revelou que é impossível viajar no tempo. Essa conclusão se deu porque os investigadores conseguiram determinar que no isótopo bario-144 os prótons e nêutrons estão distribuídos de maneira assimétrica, com uma maior proporção de massa em um dos lados.

Os estudos revelaram que a distribuição assimétrica dos núcleos com formato de pera que viola a denominada “simetria CP”, que permite a troca de pares que se comportam da mesma maneira. Ainda de acordo com o estudo, a simetria P refere ao espaço, em um sistema que pode ser invertido como um espelho, publicou o portal IFLS.

A simetria CP está relacionada com uma antipartícula que responde no sentido inverso da partícula original. Por isso, a violação da simetria C e da CP permitirá explicar a falta de antimatéria no universo.

Antes desses resultados, a física mostrava que todo processo físico respondia a uma física idêntica, isto é, a uma simetria CPT que agrega uma condição de inversão no tempo. Assim, a descoberta da assimetria indica que o tempo pode ser reto e que tem uma direção específica.

Fonte: Climatologia Geográfica