Estudo revela técnica para eliminar a dor: cruzar os dedos

De acordo com os pesquisadores, a sensação é influenciada pela maneira como as diferentes fontes da dor interagem entre si

O simples ato de cruzar os dedos pode afetar a sensação de dor, revelou um estudo publicado nesta quinta-feira no periódico Current Biology.


De acordo com os pesquisadores, a sensação é influenciada pela maneira como as diferentes fontes da dor interagem entre si.

Cientistas do Instituto de Neurociência Cognitiva da Universidade Global de Londres utilizaram um experimento chamado "thermal grill illusion".

Por meio deste teste, outros pesquisadores demonstraram no passado que, se uma pessoa receber simultaneamente um estímulo de temperatura quente nos dedos indicador e anular e fria no médio, o indivíduo terá percepção de ardor no dedo médio.

Isso acontece porque a sensação de queimação que os dedos indicador e anular enviam ao cérebro bloqueia a atividade que normalmente seria desencadeada pelo estímulo frio no médio.

Dedos cruzados

No presente estudo, cientistas fizeram pequenas variações no teste ao mudar a disposição espacial entre os dedos, e tiveram resultados diferentes.

Quando o dedo médio foi cruzado sobre o indicador, a sensação de ardor foi reduzida.
Em outra variação do experimento, o frio foi aplicado sobre o dedo indicador e o calor sobre os outros dois.

Neste caso, o ardor aumentou quando os dedos médio e indicador foram cruzados.

Para os pesquisadores, o cérebro usa a disposição espacial dos três diferentes estímulos para produzir a sensação de ardor em um único dedo.

"Essas interações podem valer para uma surpreendente variação de dores", afirma o líder do estudo, Patrick Haggard.

"Nossa pesquisa eleva a possibilidade de manipular a sensação de dor de uma pessoa por meio de estímulos externos. Alterar padrões espaciais pode afetar a maneira como a dor é interpretada pelo cérebro."

 

Fonte: Veja