Ex-treinador do SeaWorld revela que baleias são drogadas diariamente para entreter as pessoas

O SeaWorld preferiu não se pronunciar sobre o assunto

Não é novidade alguma que animais são maltratados todos os dias mundo afora. Se antes os circos carregavam todo um zoológico para entreter o público em truques baratos, diversos parques ainda usam baleias e golfinhos em shows que reúnem centenas de pessoas diariamente. E se a vida para os elefantes e leões dos antigos circos não era nada fácil, para esses animais marinhos também não.

Segundo John Hargrove, ex-treinador de orcas do mundialmente famoso SeaWorld, que tem parques localizados em San Diego e em San Antonio, nos EUA, as baleias são dopadas para conseguirem fazer as coreografias e arrancar aplausos – e dinheiro, claro – da plateia. “Nós tivemos baleias que foram medicadas todos os dias de sua vida“, escreveu ele no livro Beneath the Surface: Killer Whales, SeaWorld and the Truth Beyond Blackfish (“Abaixo da Superfície: Orcas Assassinas, SeaWorld e a Verdade por trás dos Blackfish”, em português).

O uso de antipsicóticos para baixar os níveis de testosterona e benzodiazepínicos para deixá-los calmos era mais do que comum e o excesso de medicamentos, junto ao stress dos aquários, muitas vezes levava ao aparecimento de úlceras e fungos. E para tratar isso, mais remédios!

O site The Dodo conduziu uma investigação com outros ex-treinadores, que confirmaram os fatos. O SeaWorld preferiu não se pronunciar sobre o assunto. Veja e reflita:






Fonte: Hypeness