Famoso físico prevê desastre na Terra: 'Enfrentamos ameaças'

Ele disse que um desastre na Terra é “quase certo” de acontecer.

A frase 'fim do mundo', geralmente apresentada para muitos ainda na infância, causou medo e espanto nas pessoas. Ela no entanto, voltou a ser mencionada por cientistas. O físico teórico e cosmólogo britânico Stephen Hawking, durante entrevista, afirmou que um desastre na Terra é “quase certo” de acontecer. 

“Enfrentamos uma série de ameaças: guerra nuclear, aquecimento global e vírus geneticamente modificados. Embora as chances de um desastre no planeta Terra em um determinado ano sejam bastante baixas, elas aumentam ao longo do tempo, tornando-se quase uma certeza para os próximos mil ou dez mil anos”, declarou.

O cientista surpreendeu a todos ao dizer que  o desastre ironicamente será causado pelo progresso feito pela humanidade na ciência e tecnologia. Segundo Stephen Hawking, é necessário controlar tais 'progressos'. 

“A maioria das ameaças que enfrentamos vêm do progresso que fizemos na ciência e tecnologia. Nós não paramos de fazer progressos, ou revertê-lo, por isso devemos reconhecer os perigos e controlá-los. Eu sou um otimista e acredito que nós conseguiremos”, disse.

De acordo com ele, a humanidade não conseguirá estabelecer colônias autossuficientes no espaço. “Pela época que isso está calculado para acontecer, provavelmente já teremos conseguido nos expandir para fora da Terra. No entanto, não conseguiremos estabelecer colônias autossuficientes no espaço pelos próximos cem anos, por isso temos que ter muito cuidado neste período”, acrescentou. 

Stephen Hawking
Stephen Hawking





Fonte: Com informações do Jornalciencia