Fisiculturista morre de câncer após dieta cheia de proteína

Já se perguntou até onde vai o desejo pelo corpo perfeito?

Image title

Até onde vai o desejo pelo corpo perfeito? A  questão é polêmica e muitos alegam que fazem isso por esporte ou como atividade profissional. Claro que uma alimentação saudável garante boa saúde e mantêm o corpo em forma, mas o bem estar não pode ser submisso à dietas e exercícios sem acompanhamento médico.

O personal trainer Deam Wharmby, de 39 anos, passou 20 anos da sua vida como fisiculturista e fez uso de anabolizantes. Quando se tornou personal largou os incrementos para aumentar os músculos. Porém, resolveu fazer uma dieta de 10 mil calorias ao dia com direito a comer hambúrgueres, pizzas, bacon e as  bebidas energéticas que provocou sua morte, como ele mesmo admite.

O resultado? Deam acabou contraindo um câncer no fígado no ano de 2010. O ex-fisiculturista, que veio a óbito no início da semana, afirmou que morreu vítima da má alimentação.

"Foi porque eu estava tentando ficar o maior que pudesse. Não temos como ter certeza, mas coisas como energéticos são fatores que devem ter contribuído. A carne vermelha também. Achoque foi uma combinação de tudo", disse antes de morrer.

Image title








Fonte: Com informações do R7