Para evitar suicídio, funcionários ficam dentro de caixões fechados

O objetivo é fazer os funcionários repensar a maneira de viver.

Empresas da Coreia do Sul encontraram uma maneira um tanto inusitada para desestimular o suicídio dos funcionários. Vestidos de roupões brancos, eles ficam deitados dentro de caixões e até escrevem cartas se despedindo de seus amigos e familiares. 

Os funcionários se deitam em caixões, como se estivessem mortos (Crédito: Reprodução)
Os funcionários se deitam em caixões, como se estivessem mortos (Crédito: Reprodução)

O presidente de uma das corporações, de nome Park Chun-woong, defende a medida inusitada e informa que é uma maneira de incitá-los a repensar a vida. "Nossa empresa sempre incentivou os funcionários a mudar suas velhas maneiras de pensar, mas era difícil conseguir qualquer diferença real", afirma Park.

O responsável pelo Centro de Cura Hyowon, Jeong Yong-mun, diz que a sensação vivida pelos funcionários também serve para diminuir a tensão do qual são submetidos no estresse diário causado pelo trabalho, trânsito e empecilhos do cotidiano. "Tudo isso foi planejado para ajudá-los a aceitar seus próprios problemas, que devem ser vistos como parte da vida", declarou.

E diferente do que muitos pensam,  tudo acontece exatamente dentro do escritório que, aliás, é moderno. No local foram colocadas as mesas para cada funcionário  e ao lado uma espécie de caixão, onde se deitam e simulam a própria morte, já que a tampa é fechada.

O pais, segundo dados da Organização Mundial da Saúde, possui uma das maiores taxas de suicídio do mundo. 







Fonte: Com informações do R7