Garoto deixa cabelo crescer para ajudar crianças com câncer

O garoto foi vítima de bullyng e preconceito.

Christian McPhilamy é um garoto de oito anos que vive em Melbourne, na Flórida (EUA). Há cerca de dois anos ele viu um comercial de TV que mudou sua vida, era sobre um hospital que trata de crianças com câncer, o St Jude Children's Hospital. Ele ficou determinado em deixar o cabelo crescer para fazer perucas para aquelas crianças que perdem o cabelo por conta do tratamento da doença. No dia 20 de maio, o garoto cumpriu o que se planejou para fazer e cortou mais de 25 centímetros de cabelo para doar.

Mas o caminho até o objetivo não foi fácil, e sim cheio de críticas e bullying. "De seus colegas de escola chamando-o de menina, até mesmo professores e amigos da família dizendo que ele deveria cortar o cabelo e até oferecendo dinheiro para que ele cortasse. Mesmo assim, ele nunca se desviou do objetivo e procurou educar os outros sobre o porquê da escolha de deixar o cabelo crescer", contou a mãe do garoto, Deeanna Thomas, 28.

No dia do corte, o cabelo de Christian foi dividido em quatro rabos de cavalo que, depois de cortados, foram colocados em sacos plásticos e enviados pelo correio para a instituição.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title



Fonte: Uol