Homem chama atenção por passar 40 anos sem abaixar o braço

Ele resolveu levantar o braço como gesto de paz.

Desde 1973, algo nunca muda na rotina do indiano Mahant Amar Bharti Ji: a mão direita dele sempre fica para cima. Levantada, como que apontado para o céu. Não desce nem para dormir. São mais de 40 anos com o braço pra cima. Apesar de ser um pedaço de osso e carne inútil, o braço de Mahant se tornou um símbolo para os indianos

Na época, Manhant era um mero trabalhador de classe média normal, com emprego, casa e família. Mas num belo dia, por motivos que ele nunca esclareceu completamente, decidiu abandonar tudo e vagar pelas ruas em nome de suas crenças. Começou a andar pelas ruas sem rumo, vestido apenas com roupas de sacerdote. Após um tempo nessa rotina, ele decidiu que isso não era o bastante e radicalizou.

Segundo Mahant, ele ainda estava muito ligado aos prazeres e facilidades da vida carnal, por isso decidiu levantar a mão direita — a que ele mais usava — e nunca mais abaixar. Segundo outras versões, ele levantou o braço como um gesto de paz, inutilizando sua maior arma de guerra: o braço usado para atirar! Segundo andarilhos próximos a ele, Mahant estava desiludido com o excesso de conflitos pelo mundo e sacrificou-se. O gesto dele inspirou outros andarilhos indianos a fazerem o mesmo. Alguns deles repetem o gesto dele por mas de 25 anos, e agora também têm braços inúteis

Image title

Image title

Image title

Image title


Fonte: R7