Homem corta o braço em casa e ferida não para de crescer; entenda

As imagens são fortes, para não dizer tenebrosas!

Um simples corte acidental virou um pesadelo para o americano Ryan Lankford. Mas em pouco tempo, seu braço começou a inchar até três vezes mais que tamanho normal. Ryan estava consertando o carro na garagem de casa, em Iowa (EUA), quando cortou o braço em uma caixa de ferramentas enferrujada.

O ferimento foi pequeno, mas foi contaminado pela chamada fasceíte necrosante, popularmente conhecida por "bactéria comedora de carne". "Doeu um pouco, então eu fui ao hospital. O médico higienizou e pronto", conta. Ryan então voltou para casa e começou a sentir dores estranhas no braço.

Assim que sentiu náuseas e dores no estômago, ele e a mulher, Carrie, correram para o hospital. Foi internado, medicado, mas ele mal conseguia ficar acordado. Ryan foi imediatamente submetido a uma cirurgia de emergência para cortar a infecção.

Foram cinco semanas no hospital. Desse meio de tempo, foram ao todo dez operações. Foi necessário, depois de tantos cortes, realizar um enxerto de pele. Mas não foi fácil, o americano teve que reaprender como amarrar os sapatos, vestir sua calça, tudo com muita calma e uma certa dificuldade.

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do R7