Homem é condenado à morte pela 2º vez após sobreviver à execução

Em 2009, a primeira tentativa não foi exitosa

O norte-americano Romell Broom, de 49 anos, sobreviveu à uma execução há sete anos atrás e agora, em decisão tomada pelo Supremo Tribunal de Ohio (Estados Unidos), será exposto a um novo processo para tirar sua vida.

Em 2009, a primeira tentativa não foi exitosa. As autoridades falharam 18 vezes ao tentar dar uma injeção intravenosa para administrar a dose letal utilizada no processo. Agora, ele está prestes a se tornar a primeira pessoa a se submeter à uma segunda execução na América desde que a Suprema Corte dos Estados Unidos restabeleceu a pena capital em 1976.

O homem foi condenado em 1984 por sequestrar, estuprar e matar Tryna Middleton, de 14 anos, que foi pega na rua enquanto voltava para casa depois de um jogo de futebol americano. Romell também tinha condenações por roubo e quatro acusações de sequestro de um menino.

Nenhum data foi marcada para sua execução. No ano passado, o estado adiou todas as execuções programadas até 2017, devido à dificuldade em conseguir os medicamentos necessários para as injeções.

Image title

Fonte: Com informações da UOL