Homem é preso após soltar rato de estimação dentro de restaurante para sair sem pagar a conta;vídeo

Segundo controladores de pragas, o animal parecia ser manso e recentemente teve sua pelo aparado.

Um homem tentou se livrar de pagar sua conta de cerca e R$ 35 em um restaurante quando soltou seu rato de estimação, sugerindo que o local era anti-higiênico.

Christopher Baker, de 28 anos, pediu uma refeição no restaurante Borneo Bistro em Sunderland, no Reino Unido, e sentou-se para comer sozinho.

Ao acabar ele aparentemente “avistou” um rato e disse: “É um rato!”. Além disso ele pediu seu dinheiro de volta. Embaraçado, um garçons pediu-lhe desculpas e devolveu seu dinheiro, cerca de R$ 35.

Porém, ao checar as imagens das câmeras de segurança, o dono do restaurante, Kevin Smith, percebeu que Christopher é quem coloca o rato no chão após acabar de comer.

Segundo controladores de pragas, o animal parecia ser manso e recentemente teve sua pelo aparado.

Christopher foi preso e disse à polícia que ele havia comprado o rato em uma loja de animais como um presente para sua filha, antes de colocá-lo no bolso e se dirigir ao restaurante.

Kevin disse que o potencial dano à reputação de sua empresa poderia ter sido “catastrófico”, e que Christopher poderia ter arruinado o futuro do restaurante que ele havia passado sete anos construindo.

Christopher foi condenado a pagar a refeição e também uma sobretaxa de cerca de R$ 280 a Kevin, em um tribunal, além de ter que cumprir uma ordem de prestação de serviços à comunidade por 12 meses e com supervisão. Ele também foi proibido de ir ao restaurante durante um ano.

Fonte: Gadoo