Homem passa três dias vivendo como bode em montanhas geladas

Thomas, 34 anos, decidiu encarar a experiência de viver como bode

O designer britânico Thomas Thwaites de 34 anos acordou cansado ter uma vida normal. Cansado de trabalhar, pagar contas, de estar sempre correndo e se preocupando com o futuro. Então ele achou uma solução não muito convencional para levar sua vida de forma sem preocupações, Thomas decidiu virar um bode!

Thomas construiu próteses que se parecem com patas de cabra, inclusive tiram totalmente os movimentos das mãos, pés e dedos do designer.

Além das próteses, ele se preparou para suas "férias" estudando e analisando aspectos físicos e cognitivos dos animais, incluindo o jeito de andar e de conviver em grupo.

Durante 72 horas Thomas, subiu e desceu montanhas e não usou as mãos para nada somente as próteses.

Ele inclusive visitou um psiquiatra comportamental e um neurologista para avaliar se seria possível desligar algumas partes do seu cérebro por um breve período de tempo para que conseguisse pensar como uma cabra. Lógico que a resposta foi não.

Mais tarde, visitou um biólogo na esperança de conseguir construir um rúmen (órgão presente no estômago das cabras que permite a digestão de grama e capim) artificial, também sem sucesso.

A próxima etapa foi "se mudar" para as montanhas da Grã-Bretanha, onde viveu por três dias junto com um rebanho de cabras.

Thomas confesou que o projeto se originou do desejo de simplificar sua vida, tirar umas férias dos seus problemas.

" Minha meta era tirar um feriado de toda a dor e preocupação de ser um ser autoconsciente, capaz de se arrepender do passado e de se preocupar com o futuro"

Para o fazendeiro local, as cabras parecem ter aceitado Thomas por perto. Ele escreveu um livro, que será lançado em abril de 2016, chamado GoatMan: How I Took a Holiday from Being Human (Homem Cabra: Como Tirei Férias de Ser Gente)


Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: R7