Homem se passa por dona de casa para gravar vídeos com homens

O americano pode ser condenado a até 10 anos de prisão.

Um homem de 32 anos foi preso na em Miami-Dade (Flórida, EUA) após se passar por "dona de casa solitária" e atrair homens para sua residência.

O objetivo de Bryan Deneumostier era gravar vídeos, sem o conhecimento dos homens, e postá-los em um site pornô criado por ele mesmo. De acordo com a polícia, 150 homens foram atraídos por Bryan, que se dizia casado com um militar, contou o "Miami Herald.


Nos vídeos, os homens aparecem com uma venda ou usando óculos de natação com lentes escuras. Para ajudar o processo de sedução, o americano criou uma conta no Twitter em que se apresentava como mulher - Susan - e se exibia em fotos provocantes.

O Departamento de Justiça dos EUA afirmou que Bryan também vendia os vídeos para pessoas de fora dos EUA. O americano pode ser condenado a até 10 anos de prisão.


Fonte: I Bahia
logomarca do portal meionorte..com