Homens que bebem energético são mais preconceituosos, diz pesquisa

Ligação de masculinidade e energético coloca em risco a saúde.

A internet diariamente é bombardeada por diversos estudos e declarações. Desta vez, um novo estudo afirma que homens preconceituosos agindo como machistas ou homofóbicos consomem mais bebidas energéticas.

A pesquisa foi feita com 467 homens adultos com idades entre 18 e 62 anos e as respostas quase sempre eram as mesmas: “homossexuais não devem ter direito a casar”, ou  “homens são melhores chefes no trabalho do que mulheres”. A maioria deles confessaram beber muito energético e acreditavam que a bebida aumentava a masculinidade.

Os estudiosos acreditam que a marca desses energéticos são as responsáveis pelas atitudes. A bebida chamada ‘Monster’ por exemplo, tem como garotos-propaganda lutadores de MMA. Já a Red Bull foca nos esportes radicais.

O problema é que esta associação entre masculinidade e energéticos pode estar colocando em risco a saúde dos homens. Hoje, 34% dos americanos com idade entre 18 e 24 anos consomem energéticos com regularidade, como revela o New York Times.

Image title


Fonte: Com informações do Brasil Post