Idoso quer processar seu amigo após receber aperto de mão violento

O homem alegou que sentiu fortes dores nas mãos.

Um homem chamado George Vallario Jr, advogado de 75 anos, está processando um amigo depois de afirmar que teve o punho esmagado durante um aperto de mão em uma festa de aniversário infantil. Vallario garante que o cumprimentando foi feito com "ferocidade, força total e violência”.

Durante a festa que aconteceu em Boca Raton, Florida (EUA), Peter Lindley chegou acompanhado da filha adolescente e estendeu a mão para cumprimentar o amigo, mas o advogado afirma que saudação não foi nada amigável e resolveu tomar medidas drásticas, pedindo US$ 15 mil (cerca de R$ 58 mil) por causa da dor extrema e uma lesão visível na pele.

O roxo só aumentou e, segundo Vallario, que sofre de artrite, ele teve dores terríveis na mão, mesmo após dois ano da festa. O episódio aconteceu em fevereiro de 2014. Amigos e familiares estão perplexos com a decisão de levar o processo judicial adiante. "Minha mão direita ficou assustadora e, mesmo depois de tanto tempo, minhas articulações doem", alega.

Idoso exibe marcas de hematomas (Crédito: Reprodução)
Idoso exibe marcas de hematomas (Crédito: Reprodução)
Idoso exibe marcas de hematomas (Crédito: Reprodução)
Idoso exibe marcas de hematomas (Crédito: Reprodução)
Vítima e responsável pelo aperto (Crédito: Reprodução)
Vítima e responsável pelo aperto (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do R7