Jolie e Pitt vão doar US$ 5 mi que receberam por fotos do casamento

Jolie e Pitt vão doar US$ 5 mi que receberam por fotos do casamento

De acordo com o 'Radar Online', as revistas 'People' e 'Hello!' pagaram US$ 2,5 milhões, cada, por fotos. Casal vai doar para instituição de caridade

Brad Pitt e Angelina Jolie ganharam uma bolada pelas fotos da cerimônia de casamento, que aconteceu em uma pequena capela do Château Miraval, em Nice, no Sul da França, no último sábado, 23: US$ 5 milhões. Esse dinheiro foi pago pelas revistas "People" e "Hello", metade cada. Mas o casal mais famoso de Hollywood não vai embolsar essa grana toda. De acordo como site "Radar Online",  o casal vai doar o dinheiro para a instituição de caridade Maddox Jolie Pitt Foundation, fundada por eles e que apoia  inúmeros projetos humanitários em todo o mundo.
"Antes do casamento, Brad e Angie escolheram pessoalmente um fotógrafo que já havia trabalhado na Getty Images para fazer as fotos do casamento. Eles sabiam do interesse da imprensa nessas fotos e decidiram doar o dinheiro para a fundação de caridade. O casal fez isso várias vezes no passado", disse uma fonte do site. Em 2008, Pitt e Jolie receberam US$ 14 milhões pelas primeiras fotos dos gêmeos, Knox e Vivienne.

Desta vez, Jolie é a estrela principal das fotos, onde brilha em um vestido Atelier Versace personalizado com desenhos de seus filhos com Pitt: Maddox, 13, Pax, 10, Zahara, 9, Shiloh, 8 e Vivienne e Knox, 6. Segundo relatos, o designer Luigi Massi, mestre alfaiate da casa de design, costurou os desenhos diretamente sobre o vestido.

 "Era importante para nós que o dia fosse descontraído e cheio de risadas", disse o casal à revista '"Hello!'": "Foi um dia muito especial para compartilhar com nossos filhos e um momento feliz para a nossa família".

A Maddox Jolie Pitt Foundation foi criada em 2003, após Angelina adotar o filho mais velho, que nasceu no Camboja. A fundação apoia inúmeros projetos humanitários em todo o mundo, que vão desde a prestação de serviços legais para as crianças devastadas pela guerra na Líbia, quanto fornecendo água limpa e potável em países do terceiro mundo e dando vacinas para crianças.

Fonte: EGO