Médico suja rosto de paciente com sêmen e define como um 'acidente'

Ele se entregou uma semana depois e foi preso.

Um médico que foi acusado de se dar prazer e despejar seu sêmen no rosto de um paciente disse que o ato aconteceu por acidente.  Dr. David Newman aparentemente drogou uma mulher antes de ejacular no rosto dela no Hospital Monte Sinai, em Nova York.

Mas o ex-médico de 44 anos disse que ele havia se dado prazer antes de atender a vítima, e acidentalmente a sujou quando foi tratá-la. Newman disse que seu sêmen pode ter passado das mãos para o rosto da paciente quando estava cuidando dela.

Ele se entregou uma semana depois do incidente e foi preso. Os promotores disseram que o DNA colhido imediatamente após a suposta agressão corresponde ao de Newman.

Assistente da promotoria Eun-Ha Kim disseram que Newman deu à mulher uma dose extra de morfina, depois que uma enfermeira já tinha feito isso, algo que viola absolutamente o protocolo hospitalar. Após o fato vir à tona outras três mulheres, entre 18 e 21 anos, apareceram acusando o ex-médico de tateá-las nos seios em 2015.

Uma delas estava realizando atendimento para um resfriado, outra para uma erupção na sobrancelha e a terceira por uma dor de cabeça. O caso segue sendo julgado.


David Newman (Crédito: Gadoo)
David Newman (Crédito: Gadoo)
Fonte: Com informações do Gadoo