Médicos removem 1,5 m de cabelo do estômago de uma adolescente

Kavita está se recuperando no hospital e em breve poderá comer.

Cirurgiões, na Índia, removeram um emaranhado de cabelos de 1,5 metro do estômago de uma adolescente, que estava tão doente que mal conseguia beber água.

Kavita Kumari, de 15 anos, comia seus cabelos desde o ano passado. O vício, conhecido como Síndrome de Rapunzel, era tão grave na garota, que ela não comia apenas seu próprio cabelo, como também arrancava o cabelo de seus colegas na escola para o consumo. Ela também havia perdido o interesse em comidas habituais, vomitando toda vez que era obrigada a comer, ficando com dores abdominais intensas e fraqueza.

Os pais de Kavita, ao perceberem uma saliência no estômago de sua filha, ficaram preocupados e levaram-na em vários médicos. Todas as vezes, ela foi liberada com medicamentos para ajudar na dor e no inchaço. Mas quando sua condição se deteriorou, o pai dela, o fazendeiro Bechan Ram, de 34 anos, a levou para o hospital.

Depois de examiná-la, os médicos do Hospital Siddharth descobriram uma grande e sólida massa presente em seu abdômen. Uma tomografia computadorizada revelou a bola de cabelo de 1,5 m de comprimento. Ela também tinha uma grande lesão no estômago e no intestino delgado.

A equipe diagnosticou Kavita com tricotilomania - o estado psicológico da Síndrome de Rapunzel - e alertou seus pais sobre a gravidade de sua condição, podendo até mesmo não sobreviver a cirurgia. Felizmente, ela correu bem. "Eu não esperava que a bola de pelos fosse tão grande", disse Bahadur Sidharth. "Eu nunca tinha visto um caso igual, antes”.

Kavita está se recuperando no hospital e em breve poderá comer novamente. Contudo, como a Síndrome de Rapunzel é um distúrbio psicológico, ela também receberá aconselhamento médico.


Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Ciência