Megaoperação é montada em zoológico para atender urso que precisou tirar dentes

De acordo com cientistas, até 2050 o mundo perderá dois terços da população atual de ursos polares por causa do aquecimento global, que está derretendo o gelo no Polo Norte.

Veterinários do Zoológico e Aquário Point Defiance, em Tacoma, nos Estados Unidos, realizaram um atendimento diferente na última semana. Uma megaoperação foi montada para atender um urso polar de 29 anos, que precisou remover três dentes quebrados ou cariados.

Pesando 400 kg, Boris, o urso, é um dos exemplares mais antigos desta espécie a viver em zoológicos da América do Norte. De acordo com a agência Associated Press, sua idade é duas vezes maior que a idade média de um urso polar na natureza.

De acordo com cientistas, até 2050 o mundo perderá dois terços da população atual de ursos polares por causa do aquecimento global, que está derretendo o gelo no Polo Norte.

Os ursos polares precisam das plataformas de gelo para caçar focas, que são sua principal fonte de comida. Mas o aumento das temperaturas tem deixado o gelo fino demais para que eles possam caminhar.

A organização World Conservation Union, da Suíça, estima que atualmente há entre 20 mil e 25 mil ursos polares no Ártico, ameaçados pelo derretimento do gelo, pela poluição, pela caça, pelo desenvolvimento e pelo turismo.

Fonte: G1