Modelo contratada para ser sushi humano acusa cliente de apalpá-la

Modelo paga para servir comida no corpo acusa jovem de assédio

As imagens de um vídeo gravado em um restaurante de Taiyuan, na China, está viralizando nas redes sociais chinesas, assim como nos tabloides estrangeiros. Nelas, uma mulher aparece deitada na "mesa", só de roupa íntima, coberta por comida. A ideia é que os clientes do local se sirvam utilizando hashi, aqueles famosos pauzinhos usados na culinária asiática. Só que, em um determinado momento, a moça pula da maca e ataca um cliente, acusando-o de de tocá-la enquanto tirava a comida sobre o corpo dela.

A modelo, cujo nome não foi revelado, foi paga para ter sushi servido em seu corpo. A bizarra prática, chamada Human Sushi (sushi humano, em português), é popular em países da Ásia. Tradicionalmente, a pessoa permanece imóvel em todos os momentos e não deve conversar com os convidados. De início, ela fica estendida, sem se mexer, enquanto os clientes escolhem a comida.

Enquanto isso, muitos aproveitam para tirar fotos. Momentos depois, a modelo é vista discutindo com um sujeito de camiseta azul e branca. Se levanta e o acusa de fazer coisas "indescritíveis" enquanto ele tirava o sushi de seu corpo. Ela então começa a gritar. Os espectadores, que antes filmavam o "prato de comida", agora registam a briga. Visivelmente furiosa, a modelo salta da mesa. E vai em direção ao jovem que acusa querer "tirar uma casquinha".

Procurado pela mídia chinesa, o jovem, estudante da Universidade de Shanxi, disse aos jornalistas que foi pago para tocá-la de forma inadequada. No entanto, o restaurante nega a versão, segundo o Daily Mail. A prática, que muitas vezes oferece mulheres nuas cobertas apenas por comida, é frequentemente alvo de críticas, que a classificam como decadente, humilhante e cruel.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do R7