Mulher não sorri há 40 anos para evitar rugas

Sorriso ou aparência mais jovem: qual você escolheria?

A socialite Kim Kardashian publicou, há mais ou menos um mês, uma foto em seu Instagram na qual aparece sorrindo ao lado do marido, Kanye West. Na descrição da imagem, ela brincou, dizendo que sorri de vez em quando, mas não com muita frequência porque “dá rugas”.

A relação entre uma coisa e outra parece não ser um raciocínio exclusivo de Kim, mas também de uma mulher chamada Tess Christian, que aos 50 anos está sendo assunto de notícia em diversos jornais do mundo. O motivo? Tess garante que não sorri há impressionantes 40 anos.

De acordo com ela, não sorrir é uma espécie de “Botox natural”, e um rosto sério o tempo todo pode garantir uma aparência mais jovial. “Eu não tenho rugas porque treino para controlar meus músculos faciais”, explicou.

Fonte da juventude?

“Todos perguntam se eu apliquei Botox, mas eu não apliquei, e eu sei que isso é graças ao fato de que eu não tenho dado risada desde que era adolescente. Minha dedicação é recompensada, eu não tenho linha alguma em meu rosto”, revelou, orgulhosa, em declaração publicada no Metro.

Ela assume que é muito vaidosa e que tem interesse em parecer sempre jovem. “Minha estratégia é mais natural do que Botox e mais efetiva do que qualquer creme de beleza ou creme facial caro”.

A tática de Tess é, de fato, cientificamente eficaz. De acordo com o dermatologista Dr. Nick Lowe, muitas celebridades sorriem pouco para evitar o aparecimento de rugas, que se formam também devido à constante movimentação dos músculos da face. Lowe explica que as pessoas que treinam para não ter tantas expressões faciais tendem a não ter tantas rugas como as que não se preocupam com isso.

Sorriso ou aparência mais jovem: qual você escolheria?

Logicamente, Tess não acha fácil ficar sem sorrir. Ela conta que já virou motivo de piada entre seus amigos, que a chamam de Mona Lisa. Ainda assim, o que mais a irrita é ouvir que seu método pode deixar de ser eficaz com o passar do tempo.

Enquanto deixar de movimentar os músculos faciais pode parecer um bom negócio no quesito estético, sorrir é uma ação que faz toda a diferença na vida de todo ser humano. Segundo a psicóloga Amanda Hills, quanto mais uma pessoa sorri, mais feliz ela se sente – isso tem relação com a liberação de endorfina, o hormônio da felicidade.

Da mesma maneira que sorrir faz com que a pessoa se sinta feliz, o contrário também é verdadeiro. Além do mais, como Amanda explica, “assim como sorrir atrai pessoas, aparentar estar miserável acaba as afastando, o que obviamente corre o risco de fazer com que a pessoa se sinta miserável”. E aí, o que você acha dessa coisa toda? Vale a pena trocar sorrisos por um rosto sem rugas?




Fonte: Mega curioso