Mulher remove estômago que desceu para pernas: 'aberração'

“Me sentia como se eu fosse uma aberração", disse.

O site Daily Mail traz uma reportagem sobre a trajetória de uma mulher de nome Charlene Branham, dos Estados Unidos, que dese sua infância travou uma luta contra a obesidade.

Image title

Charlene, que chegou a pesar 250kg, passou a engordar logo após a gravidez. Além disso, foi engordando cada vez mais e já não sentia mais vontade de procurar um médico. Sem roupas para vestir e após passar muito tempo em casa sem poder se locomover, algo inusitado aconteceu: o peso de seu estômago aumentou tanto que fez o órgão se deslocar para suas pernas.

“Depois que começou a crescer, ele (estômago) continuou e eu simplesmente não queria ir a qualquer lugar, nem queria sair de casa. Foi ficando cada vez maior”, relata.

Ela foi convencionada a procurar um médico e foi diagnosticada com pannus penduculado (tecido inflamatório recém-formado, em perpendicular). No início a equipe médica acreditava que a situação era irreversível, mas depois de muito trabalho na sala de cirurgia, devolveram autoestima para Charlene que se emociona ao falar de como era sua rotina.

“Me sentia como se eu fosse uma aberração, porque tinha essa "coisa" que pendia de mim até o chão. Houve momentos, quando tentava me levantar, que até caía para trás

Apesar de continuar obesa, ela agora está sendo acompanhada por uma equipe médica especializada.

Fonte: Com informações do R7