Nova Polêmica: Pesquisa encontra DNA humano em salsichas

A pesquisa comprova a falta de higiene no momento da fabricação.

O processo de fabricação de salsichas envolve muita polêmica, e uma nova pesquisa pode contribuir ainda mais para a desconfiança que paira sobre elas. Isso porque o estudo encontrou DNA humano no alimento. A avaliação realizada pela startup Clear Labs analisou, nos Estados Unidos, 75 marcas e 345 salsichas.

Do total, 14,4% foram consideradas inadequadas. As salsichas que foram determinadas como irregulares tinham problemas com higiene ou tinham algum componente impróprio para o alimento. A maioria desses elementos era proteína de outro animal.

Entenda a polêmica

Em seis salsichas (2% do total analisado) foi encontrado material genético humano. Isso não significa que tenha carne humana no alimento. Possivelmente esse DNA é proveniente de outros componentes que podem ter infectado as salsichas, como pele e fios de cabelo, que são expelidos naturalmente do corpo humano diariamente, e que de alguma maneira tiveram contato com elas durante a fabricação.

Além disso, duas de 21 salsichas vegetarianas analisadas tinham traços de DNA animal, sendo em um dos casos, de porco e no outro, de frango.

A pesquisa comprova a falta de higiene no momento da fabricação das salsichas, mas não aponta alteração no alimento.

Image title


Fonte: Com informações do Bolsa de Mulher