Orgasmo libera algumas substâncias analgésicas e alivia as dores

Nas mulheres, a masturbação ajuda combater cólicas menstruação

A masturbação pode gerar diversos benefícios: fortalecimento do sistema imunológico, sensação de bem estar e também pode melhorar a relação de um casal. Mas uma coisa que talvez você não saiba é que ela também pode ser uma grande aliada no período menstrual.

No caso das mulheres, a masturbação pode ajudar a combater as cólicas menstruais. O prazer gerado pela ação libera substâncias analgésicas no organismo, então pode ser uma saída para quando o remédio não está fazendo efeito.


Além disso, quem sofre com esse tipo de dor sabe que é preciso também um momento para relaxar o corpo. O problema é que pode ficar difícil quando a cólica está muito forte. Neste caso, se masturbar e chegar ao orgasmo ajuda também a liberar substâncias relaxantes no organismo que induzem ao sono.

Como fazer?


Primeiro de tudo, você deve pensar em uma forma de não manchar roupas de cama ou outros tecidos com a menstruação . A ideia é você relaxar, não criar uma futura preocupação ou trabalho. Avalie o seu fluxo e se é melhor fazer um estímulo apenas no clitóris ou se dá para investir em outras técnicas de masturbação.


Para entrar no clima, já que você estará com dor, tente trabalhar a respiração para se controlar. Fazer um carinho pelo seu corpo também ajuda – se ame de verdade. Outra boa ideia é assistir filmes ou vídeos que te deixem excitada.

Melhor ficar só no clitóris


Suas mãos e seus dedos serão seus guias para o prazer. Descubra os movimentos que vão te dar mais prazer. Algumas mulheres podem achar a região do clitóris muito sensível, mas o entorno dele também gera uma sensação prazeirosa. Além disso, estímulos nos grandes lábios e na região do útero são outra forma de entrar no clima.


Depois de ter ficado excitada, libere a DJ dentro de você. Sim, é ridículo pensar isso, mas o movimento mais comum para se chegar ao orgasmo durante a masturbação clitoriana é exatamente este. Junte os dedos em cima do clitóris fazendo uma pressão que não deixe a região tão sensível. Em seguida, faça movimentos para frente e para trás. O ritmo é essencial para atingir o clímax.


Caso você não esteja conseguindo, tente movimentos na horizontal, para esquerda e para direita ao invés de para frente e para trás. Algumas mulheres preferem desta forma.


Outra coisa que é importante na hora de se masturbar é a forma como se posicionar. Algumas preferem ficar sentadas de pernas abertas – esta é ótima quando o fluxo está muito intenso porque dá para ficar sentada no banheiro, sem se preocupar em manchar qualquer roupa de cama. Já outras preferem ficar de barrigada para baixo, com as pernas fechadas. Encontre a posição que vai te deixar mais confortável.


Um vibrador também pode ser usado para estimular o clitóris e até mesmo os mamilos. Algumas mulheres conseguem chegar ao orgasmo apenas com estímulos nas mamas . Claro que, neste caso, é preciso concentração.

Dá para apostar na penetração


Nem sempre o estímulo do clitóris é suficiente, então os dedos podem ser muito úteis para se alcançar um orgasmo sozinha. Comece aos poucos, até conseguir penetrar da forma que te deixa mais confortável. Novamente, o ritmo e os movimentos para dentro e para fora ou circulares vão ditar o prazer ou não.


Já quando é possível usar brinquedos eróticos, um ponto importante é lembrar de usar lubrificantes a base de água. Isso vai facilitar a penetração e evitar qualquer dor extra – lembre-se que você já vai estar com cólica por causa da menstruação. Comece aos poucos, com uma leve penetração e um ritmo mais lento. Quanto mais excitada você for ficando, mais fundo e rápido você pode continuar.

Com um(a) parceiro(a)


Algumas pessoas podem ficar incomodadas ao ter relações sexuais com uma mulher menstruada. Mas a verdade é que não se trata de fluídos sujos, apenas a descamação das paredes do útero. A única coisa que pode atrapalhar é o fluxo mais intenso. Mas sempre há aqueles dias em que ele está menor e dá para aproveitar um momento a dois.



Nessa hora, ele ou ela podem fazer a masturbação por você, enquanto você faz o mesmo no(a) parceiro(a). Aproveite ainda mais porque algumas mulheres ficam mais sensíveis e sentem mais prazer nessa época do mês.

Parceiro de pé


A mulher deita em alguma superfície e o homem fica de pé. Dependendo da altura, você pode até posicionar suas pernas sobre os ombros dele, e subir seu quadril até que a penetração esteja em um ângulo agradável. A gravidade vai ser a melhor amiga no quesito evitar vazamentos nesta posição.


De ladinho



A mulher pode indicar a profundidade da penetração com mais facilidade nesta posição, que também pode ser uma opção na hora da masturbação. Como você não vai estar sentada, há menos risco de vazar também.


Ele por cima




A mulher que estiver com cólica poderá ficar mais tranquila enquanto recebe o carinho do parceiro. Desta forma, o vazamento também é menos possível do que com ela por cima.



Chuveiro


Não precisa nem explicar o porquê desta posição ser a mais indicada para o sexo ou masturbação durante o período menstrual. Se vazar, não tem problema algum, já que a água vai tirar toda a menstruação. Além do que a água quente também pode ajudar a combater as cólicas.






Fonte: ig