Pai espanca filha depois de adolescente tatuar nome de rapaz que conheceu pelo Facebook no braço

O caso foi parar no tribunal depois que uma professora da garota percebeu o que poderia ter acontecido e comunicou à polícia e aos assistentes sociais.

Um pai espancou a filha com um cinto depois de descobrir que ela tinha tatuado no braço o nome de um rapaz que conheceu no Facebook.

O homem agrediu brutalmente a adolescente de 14 anos que necessitou de socorro médico devido aos ferimentos. Depois da surra, ele ainda ordenou que ela retirasse o nome que herda dele.

A estudante havia sido proibida pelo pai de usar sites de mídias sociais como Facebook e Twitter, mas começou a conversar com um rapaz e ficou encantada, a ponto de escrever o nome do garoto em seu próprio braço usando um alfinete. A tatuagem improvisada acabou sendo vista por sua mãe, que contou ao marido.

Para agredir a própria filha, o homem usou o cinto que a mulher usava, dobrado em duas partes, atingindo as pernas, mãos, corpo e até mesmo o rosto da menina. A adolescente tentou se defender com um travesseiro.

O caso foi parar no tribunal depois que uma professora da garota percebeu o que poderia ter acontecido e comunicou à polícia e aos assistentes sociais.

Durante o tribunal, o pai pediu desculpas pelo que tinha feito e alegou não saber que a conduta era errada.

Ele condenou o pai a seis meses de prisão – que acabou suspensa – e a prestar 80 horas de trabalho comunitário.

Fonte: Gadoo