Perfume pode ser usado na identificação de um criminoso

Perfume pode ser usado na identificação de um criminoso

O estudo analisou diversas fragrâncias masculinas

Pesquisadores de Londres descobriram que é possível detectar traços de perfume nas roupas de uma pessoa, mesmo se o contato for rápido.

De acordo com cientista, a descoberta sugere que o perfume tem o potencial de ser usado como evidência em casos criminais. Esse método poderia ser usado em casos em que há contato físico próximo, como os de violência sexual.

O estudo analisou fragrâncias masculinas, nas quais os componentes eram facilmente transferidos de um pedaço de algodão para outro.

Quando os dois pedaços de material eram pressionados um contra o outro por apenas um minuto, 15 de 44 componentes químicos eram detectados no segundo pedaço. Se o tempo de contato aumenta para 10 minutos, 18 componentes são transferidos.

Para que essa descoberta funcione para a solução de crimes, a coleta do material teria que ser muito rápida, o que pode limitar o seu uso.

A equipe diz que é preciso, agora, trabalhar mais para saber como o perfume se transfere em reconstruções forenses mais realistas.

Fonte: BBC Brasil