Perseguindo buracos de Minhoca a caça novos atalhos no espaço-tempo

Os cientistas estão a estudar formas de usar buracos de minhoca

Parece literatura de ficção científica, mas pesquisadores estão estudando profundamente o conceito dos Buracos de Minhoca, uma espécie de túneis no espaço-tempo, que poderiam ser usados para viajar no tempo. Os cientistas estão a estudar formas de usar buracos de minhoca para viajar mais rápido do que a velocidade da luz e, quem sabe, até viajar no tempo de verdade.

O que é o Buraco de Minhoca?

"Um buraco de minhoca é um túnel no hiperespaço, também chamado de garganta, que liga duas regiões remotamente distantes dentro do nosso universo, ou até dentro de dois universos diferentes ou dois períodos distintos no tempo, como um tipo de viagem no tempo, ou dimensões diferentes do espaço", declarou o físico Eric Davis. O especialista é membro da Fundação Tau Zero, onde os pesquisadores estudam equações da teoria geral da relatividade de Einstein para pensar sobre possíveis projetos de buracos de minhoca e máquinas do tempo.

Os chamados Buracos de Minhocas foram propostos pela primeira vez em 1916, pelo matemático Ludwig Flamm, que estudava as equações da teoria da relatividade geral de Einstein. Esses túneis no espaço-tempo são uma possibilidade teórica, mas os cientistas tentam chegar a uma conclusão sobre a real existência dessas estruturas.

Os cientistas já sabem que o universo tem um material exótico, chamado de matéria escura, que é cinco vezes mais prevalente no espaço do que a matéria regular. Até hoje, os cientistas foram incapazes de detectar diretamente a matéria escura e a energia escura. Talvez, aprendendo mais sobre essas matérias, os pesquisadores possam entender melhor o efeito que elas têm sobre o espaço ao seu redor.

De acordo com Ali Övgün, da Eastern University do Chipre, é possível que os buracos de minhoca possam se formar onde a matéria escura está presente, existindo em algumas regiões exteriores da Via Láctea. Övgün está trabalhando para provar que os buracos de minhoca poderiam existir em regiões densas. Ele e seus colegas executam simulações que mostram que buracos de minhoca em regiões densas de matéria escura poderiam ser encontrados em halos galáticos.

Com base em certas teorias, o buraco de minhoca seria parecido com o espelho da Alice, no romance “Alice no país das Maravilhas”, de Lewis Carroll. A região do espaço na extremidade do túnel deve estar para fora da área em torno da entrada, graças a distorções que seriam semelhantes ao reflexo em espelhos curvos.

"Os astrônomos estão planejando usar telescópios para caçar esses buracos ou um sinal de uma ocorrência natural dos mesmos”, disse Eric Davis.


Image title

Fonte: sitedecuriosidades