Pesquisa afirma que cochilos durante o dia reduzem efeitos de noites mal dormidas

Em uma delas, eles ficaram limitados a apenas duas horas de sono por noite. Na outra, os homens puderam tirar dois cochilos de meia hora durante o dia.

Um novo estudo feito com homens revelou que tirar uma soneca no meio da tarde é suficiente para fortalecer o sistema imunológico e recuperar de noites mal dormidas.

A pesquisa foi publicada no “Endocrine Society’s Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism”, e revela que o sono insuficiente pode contribuir na produtividade, aumentando as chances de acidentes de trabalho e no trânsito.

Outro fator considerável para pessoas que dormem pouco é que elas ficam mais propensas a desenvolver doenças crônicas, como diabetes, obesidades, depressão e pressão alta. No estudo, cerca de 3 em cada m10 adultos americanas relataram que dormiam uma média de seis horas ou menos por noite. Os pesquisadores examinaram a relação entre hormônios e sono em um grupo de 11 homens saudáveis, com idade entre 25 a 32 anos. Os participantes se submeteram a duas sessões de testes de sono no laboratório.

Em uma delas, eles ficaram limitados a apenas duas horas de sono por noite. Na outra, os homens puderam tirar dois cochilos de meia hora durante o dia.

Após esta etapa, os estudiosos analisaram a urina e a saliva dos participantes para determinar como o sono e os cochilos alteram os níveis hormonais. Após uma noite de sono limitado, os homens tiveram elevação de 2,5 vezes nos níveis de norepinefrina, hormônio e neurotransmissor ligado aos estímulos de estresse. Ela também tem relação à frequência cardíaca, pressão arterial e taxa de açúcar no sangue.

Os homens que cochilaram durante o dia não tiveram alteração alguma nos hormônios.

Fonte: Gadoo