Pesquisa revela que formato do rosto pode afetar quanto você ganha

Pesquisa revela que formato do rosto pode afetar quanto você ganha

A aplicação permite que qualquer usuário mostre agradecimento a seus amigos por meio de um vídeo composto por fotos, belas palavras e uma trilha bem piegas

O Facebook se empenha para que digamos “obrigado” para os nossos amigos. Na época da comemoração do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, o serviço colocou à disposição dos usuários a ferramenta “Say thanks”. A aplicação permite que qualquer usuário mostre agradecimento a seus amigos por meio de um vídeo composto por fotos, belas palavras e uma trilha bem piegas.

São  três modalidades: o vídeo de velhos amigos, o de amigos e o de família. Nenhum dura mais de 60 segundos, mas a reprodução de qualquer um deles exige mais tempo do que é necessário para dizer a palavra de oito letras que todos eles têm em comum e que está sumindo do nosso vocabulário graças à nossa vida corrida e agitada: OBRIGADO.

Se você parar para contar as vezes que demonstra agradecimento ou diz essa palavra ou por dia, provavelmente será menos que deveria. E não é só uma questão de educação, tampouco de dar a resposta de forma automática, sem pensar. Além de mostrar bons modos, dizer obrigado (e o que isso implica) tem efeitos positivos no indivíduo. Conhecê-los pode ser a melhor forma de incentivar o uso dessa palavra. Já dizia Cícero: “A gratidão não é só a maior das virtudes, é a mãe de todas as outras.”

AS PESSOAS GRATAS SÃO MAIS FELIZES

O filósofo Robert C. Roberts, da Universidade Baylor, assegura que “as pessoas agradecidas tendem a estar satisfeitas com o que têm e, portanto, são menos suscetíveis a emoções como decepção, arrependimento e frustração”. Essas pessoas se contentam com as pequenas coisas e, em vez de ter expectativas muito grandes, preferem aproveitar o que a vida lhes oferece. Como afirma Robert Emmons, professor da Universidade da Califórnia e um dos pesquisadores mais importantes do campo da psicologia positiva, conhecido por livros como Thanks!, gratidão significa reconhecer o bem que temos na vida – o motivo pelo qual ela vale a pena.

A Associação Americana de Psicologia defende a mesma teoria, depois de comprovar em um estudo de 2012 que os adolescentes que dizem obrigado com mais frequência são mais felizes e têm menos propensão a abusar da droga e do álcool e a se envolver em conflitos na escola. Os estudantes que passaram a ser mais gratos, durante os quatros anos do estudo, viram aumento no índice de satisfação com a vida, de felicidade e de atitudes positivas.

A PALAVRA OBRIGADO REDUZ O NÍVEL DE ESTRESSE E AJUDA A DORMIR MELHOR

Para Robert Emmons, a gratidão é um “redutor de estresse”. O especialista defende que “as pessoas gratas têm menos propensão a sentir inveja, tédio, ressentimento, arrependimento e outros estados que geram estresse”. Ao fim, ser grato significa valorizar o que se tem, sem cobiçar os bens do próximo.

A eliminação do estresse, por sua vez, melhora o sono. Segundo uma pesquisa de 2011, dizer obrigado pode ajudar a ter horas de sono mais reparadoras. Os pesquisadores descobriram que as pessoas que passavam 15 minutos fazendo uma lista diária das coisas pelas quais eram gratas dormiam mais rápido e durante mais tempo.

DEMONSTRAR AGRADECIMENTO AJUDA A MELHORAR AS RELAÇÕES COM OS OUTROS

Robert Emmons aponta que os benefícios sociais são especialmente positivos, pois a gratidão é uma emoção social que ajuda o fortalecimento das relações e que “nos obriga a ver como outras pessoas nos ajudaram”, explica.

Segundo o especialista, a gratidão é uma afirmação de bondade, “de que há algo de bom no mundo, presentes e benefícios que recebemos”. E isso não quer dizer que tudo seja bondade na vida, mas sim que as pessoas que agradecem sabem dar valor ao que é positivo. “A segunda parte da gratidão é averiguar de onde vem a bondade. Reconhecemos que as fontes dessa bondade estão fora de nós”, afirma o especialista.

Dessa forma, ao agradecer reconhecemos o esforço que outros fizeram por nós e damos valor (e importância) para a ação alheia. Provavelmente não era obrigação, mas eles investiram tempo e esforço para nos ajudar. “Ao manifestar agradecimento, nos concentramos nas coisas boa que fizeram para a gente. Isso faz com que vejamos nossos semelhantes de uma perspectiva positiva”, afirma o pesquisado Nathaniel Lambert, da Universidade Estadual da Flórida, em Tallahassee, num estudo publicado na revista Psychological Science.

UMA PESSOA GRATA É UMA PESSOA GENEROSA

A teoria de Emmons se baseia na ideia de que “mostrar afabilidade une as pessoas em redes de obrigações recíprocas e é uma forma simples de fortalecer relações que costumam passar despercebida”. As antropólogas Kristin E. Bonnie e Frans de Wall concordam. Elas defendem que expressar gratidão requer um compromisso mútuo de “dar e receber”, assim como a habilidade de ser altruísta nesse esforço recíproco. Quando você diz obrigado, dá valor ao que alguém fez por você e entende que também pode vir a fazer algo por essa pessoa.

SER GRATO É SINAL DE BOA SAÚDE

Ainda que a priori os conceitos pareçam não ter relação, uma pessoa que cultiva emoções positivas como a apreciação e a gratidão tem melhor funcionamento do sistema cardíaco e pressão arterial mais baixa, como demonstrou o estudo intitulado "O Coração Agradecido", de Rollin McCraty e Doc Childre, do instituto HeartMath.

Relacionados de fato são o agradecimento e o otimismo, que por sua vez está ligado a um melhor funcionamento do sistema imunológico. Uma pesquisa publicada em 2010 na revista Psychological Science indicou que estudantes otimistas tinham melhor estimulação imune que os pessimistas.

Clique e curta Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Jornal Ciência