Principais medos dos heterossexuais em relação aos gays são revelados pela pesquisa

A pesquisa, qualitativa, ouviu 35 jovens de 18 a 30 anos e de diversas classes sociais, incluindo heterossexuais, lésbicas, gays e simpatizantes.

Image title


Temor do assédio por alguém do mesmo sexo ou da criação de uma supremacia gay no Brasil. Esses são alguns dos medos dos jovens héteros no país, segundo pesquisa contratada pela empresa Design de Causas. Do lado dos homossexuais, a rejeição e a violência são os maiores medos.

A pesquisa, qualitativa, ouviu 35 jovens de 18 a 30 anos e de diversas classes sociais, incluindo heterossexuais, lésbicas, gays e simpatizantes. Também entrevistou 12 especialistas no assunto, como advogados, jornalistas, políticos e psicólogos. A dinâmica incluiu entrevistas individuais e dinâmicas de conflito, com debates entre os participantes.

Veja a seguir os principais medos dos heterossexuais em relação aos gays revelados pela pesquisa:

1) Ruptura do modelo familiar entre homem e mulher

Como revela a jornalista Brenda Fucuta no texto da pesquisa, a tradicional "família margarina" (mãe, pai e filhos) já não é mais o arranjo majoritário no país: "...casais sem filhos, casais mosaicos (com filhos de casamentos anteriores) , mulheres com filhos, homens com filhos e, sim, casais gays. São, pelo cálculo do IBGE, 60 mil casais gays que registraram sua união de forma jurídica".

2) Corrupção das crianças

A pesquisa revela que o medo de ameaça à tradicional família brasileira só é menor, entre os heterossexuais, do que o receio de homossexuais influenciarem negativamente as crianças. Para a maioria dos jovens consultados, é extremamente delicado aproximar questões relacionadas ao universo LGBT dos indivíduos em formação...

3) Liberação de comportamentos promíscuos

Frase de um dos entrevistados: "Eu acho que o maior medo que a sociedade tem é que esse espaço que a gente tem e que julga normal, e que muitas pessoas julgam que ser homossexual não é normal, e isso virar normal... Acabou, agora todo mundo beija quem quiser, eu acho que é isso que é o maior medo da sociedade em si".

4) Assédio por pessoas do mesmo sexo

Frase de um dos entrevistados: "Eu tenho uma amiga que ela é hétero, mas ela requenta boates gays, e pra ela é uma coisa normal. [...] E ela fala, eu sou bi, pra mim é normal..."

5) Invasão de intimidade

Frase de um dos entrevistados: "A sexualidade expõe muito de nós né? [...] Eu acho que é uma dificuldade falar sobre nó seres humanos. [...] falar sobre o que constitui a gente. E falar sobre o que a gente pensa, sobre o que a gente sente, sobre a possibilidade do ser humano... Eu acho que é um medo muito grande, falar de possibilidades. A partir do momento que você abre possibilidades, você questiona muita coisa."

6) Fim da liberdade de expressão

Frase de um dos entrevistados: "As pessoas hoje em dia não têm coragem de falar o que pensam. Ela fala o que o grupo dela pensa [...] Eu acho que é o medo, porque se você for dar sua opinião, isso de homofobia, esse tipo de coisa, então acho que muitos ainda ficam retraídos com medo, sei lá, de ser punido, de ser julgado..."

7) Direitos excessivos da comunidade LGBT

Frase de um dos entrevistados: "O que me incomoda é os homossexuais quererem fazer tudo ao redor deles, por exemplo olimpíada gay, parada gay..."

Fonte: Brasil Post