Restaurante não deixa mendigo entrar e ele volta depois "diferente"

São estereótipos que continuam enraizados

As pessoas insistem em julgar os outros pela aparência, pelo o que vestem ou aparentam ser. Se tem tatuagem, é grosseiro. Se veste rosa, é gay. Se não anda com roupa de marca, é pobre. São estereótipos que continuam enraizados nas convicções rasas de muita gente.

Image title

Nesse experimento social, Josh Paler Lin veste-se com humildade, usando roupas parecidas com um morador de rua. Claro que em nenhum momento ele diz que é um mendigo, mas as pessoas o julgam por isso. Ele se dirige a um restaurante, pedindo permissão para ver o menu e entrar para comer. Não deu outra: ele é brutalmente barrado na porta.

Mas o ápice do vídeo acontece no final. Ele volta vestindo uma roupa de marca e dirigindo um carrão e recebe tratamento de rei. É claro que ele não deixaria barato com as pessoas do restaurante. Assista: 

Fonte: Com informações do Best of Web