Sexo oral pode transmitir DST? Descubra alguns mitos e verdades sobre o assunto

A sexóloga Walkiria Fernandes esclarece agora, de uma vez por todas, algumas dúvidas sobre sexo oral que com certeza já passaram pela sua cabeça.

O sexo oral é parte fundamental das preliminares e da relação sexual em si. Contudo, ainda existem algumas questões relacionadas à prática que, apesar de serem amplamente discutidas, não estão realmente claras para muitas pessoas. A sexóloga Walkiria Fernandes esclarece agora, de uma vez por todas, algumas dúvidas sobre sexo oral que com certeza já passaram pela sua cabeça.


Sexo oral só é prazeroso para quem recebe? Como deixa-lo mais prazeroso para quem faz?

Algumas pessoas não gostam de fazer ou de receber sexo oral. Para quem gosta, fazer pode ser tão bom quanto receber, e isso é determinante para que o sexo oral seja mais prazeroso para quem o recebe, já que quem gosta faz sem pressa e com motivação. Uma boa dica para deixar o sexo oral mais prazeroso e divertido para quem faz, é usar mel, calda de chocolate ou qualquer outra guloseima para incrementá-lo.

Sexo oral transmite doenças sexuais? Quais? Por quê?

A prática do sexo oral pode transmitir qualquer doença sexualmente transmissível, inclusive a Aids. No entanto, cientificamente falando, é difícil comprovar que a transmissão se deu pelo sexo oral especificamente, uma vez que existe a possibilidade ter ocorrido outras formas de intimidade. A transmissão se dá pelo contato de mucosa com mucosa, através dos fluidos genitais, ou até mesmo através daquele líquido que sai antes da ejaculação. De qualquer forma, o melhor é sempre se proteger com o uso do preservativo. Sexo oral com camisinha é menos prazeroso? Pode até ser menos prazeroso pelo fato de não ter o contato direto, mas é muito mais seguro por conta de todas as doenças que podem ser transmitidas através do sexo oral.

Engolir esperma faz algum mal? Existe alguma possibilidade, mesmo que remota, de engravidar?

Engolir esperma não faz mal algum, desde que o homem seja completamente saudável, ou seja, desde que não sofra de nenhuma doença infecciosa ou DST. Não há a mínima possibilidade de engravidar por ter engolido esperma, já que ele vai para o estômago e não para o útero.

A dieta de um homem interfere no gosto do esperma? Como melhorá-lo?

Sim. Para que o esperma não tenha um gosto ruim ou forte demais, deve-se evitar alimentos muito gordurosos ou muito salgados. O gosto pode ficar mais suave quando o homem é adepto a uma alimentação rica em frutas, por exemplo, e ingere bastante água.

 

Fonte: Bolsa de Mulher