Situações traumáticas na infância aceleram o envelhecimento

Situações traumáticas na infância aceleram o envelhecimento

Este estudo reafirma os resultados de análises anteriores

Um estudo realizado mostrou que as dificuldades e o estresse vivido na infância podem acelerar o envelhecimento na idade adulta. A descoberta aconteceu após estudiosos medirem o comprimento dos telômeros, estruturas do DNA protetoras dos cromossomos, cujo encurtamento ao envelhecer está vinculado à maturidade celular e às doenças.

De acordo com os pesquisadores, foi medido o comprimento dos telômeros das glândulas salivares de 4.598 homens e mulheres de mais de 50 anos nos Estados Unidos, que responderam entre 1992 e 2008 a perguntas sobre as experiências traumáticas vividas ao longo de suas vidas.

Para o período prévio aos 18 anos, como situações estressantes foram consideradas as dificuldades financeiras no lar, o fato de a família ter sido despejada, o pai perder seu emprego ou um dos progenitores ser alcoólico ou dependente químico.

O resultado foi que a redução dos telômeros depois dos 50 anos aumentava 11% por cada experiência traumática vivida na infância.

Segundo os investigadores, este estudo reafirma os resultados de análises anteriores que sugeriam que uma infância difícil poderia ter um impacto no envelhecimento celular na idade adulta.

Fonte: PavBlog