Transgênero gasta R$ 300 mil em plásticas em busca da perfeição

Os pais, parentes e amigos viraram as costas para a transgênero

Fulvia Pellegrino já passou por mais de 150 procedimentos cirúrgicos "em busca da perfeição": preenchimento de lábios e maçãs do rosto, implantes de silicone nos seios, lipoescultura, entre outros.

Fulvia Pellegrino (Crédito: Reprodução)
Fulvia Pellegrino (Crédito: Reprodução)

A transgênero italiana de 56 anos já gastou o equivalente a R$ 310 mil transformando o seu corpo. E não quer parar. Só para levantar as nádegas, ela desembolsou R$ 130 mil.

"Cirurgia plástica não é droga, mas é algo de que pessoas como eu precisam. Não estou satisfeita com o meu rosto e outras partes do meu corpo. Não vou parar aqui, quero ir adiante porque (o corpo) não está perfeito. Se alcançar a perfeição, talvez eu pare", contou a italianA.

O drama de Fulvia começou quando ela tinha 15 anos e descobriu ser transgênero. Mas, com família católica radical, ela teve que manter tudo em segredo. Em público exagerava os jeitos masculinos, exibia-se com carrões e chegou até a se casar, com Marisa Altare, 32 anos atrás.

"Eu me sentia presa no meu corpo e me escondia na garagem para me maquiar e me vestir como uma mulher", relatou.



Fonte: Com informações do OGlobo