Um dia a internet pode acabar?

Será que a internet pode acabar?

Não entre em pânico, mas estamos ficando sem endereços de Internet. Nem os nomes de domínio - os nomes de sites que você vê no topo das páginas e que sempre começam com alguma a aparência 'http' e 'www', estão livres da extinção.

De acordo com declarações de proeminentes pensadores da internet, os endereços de IP estão diminuindo a cada ano. Esses endereços são números atribuídos a todos os dispositivos - computadores, telefones, carros, sensores sem fio, etc - que acessam a internet.

Segundo o ReadWriteWeb blog, a internet está mudando e evoluindo tão rapidamente - com tantos novos tipos de dispositivos de ligação - que nós estamos ficando sem números para atribuir a todos estes aparelhos habilitados para a Web.

"A principal razão para a preocupação? Há uma explosão de dados de sensores, redes inteligentes, RFID e outros dados da Internet", afirma Richard MacManus.

"Outras razões incluem o aumento de dispositivos móveis com ligação à Internet e o crescimento anual do conteúdo gerado pelo usuário na web."

Apenas 4 bilhões de endereços na Internet ainda são possíveis dentro do atual sistema, e eles estarão todos esgotados em menos de um ano, diz John Curran, presidente e CEO da American Registry for Internet Numbers.

Em uma declaração recente no YouTube, Vinton Cerf, executivo do Google, faz uma previsão semelhante.

Então o que devemos fazer em relação a esta escassez de números de IP? A resposta é: fazer mais números para iniciantes.

Nosso atual sistema de atribuição de endereços IP, que se parecem com uma série de quatro números com períodos entre eles, só pode lidar com 32 bits de dados.

Mas, para acomodar a natureza em expansão da Web, os pesquisadores estão trabalhando a internet com uma nova versão do sistema - chamada IPv6 - o que permitiria que muitos endereços de IP, com capacidade de 128 bits de informação cada, sejam criados.

No site The Atlantic, Alexis Madrigal escreve que a situação é um pouco semelhante ao que as empresas de telefonia enfrentaram nas décadas de 1980 e 1990: Ficamos sem novos números de telefone, por isso tivemos de acrescentar dígitos.

"O problema é essencialmente o mesmo: você só tem tantas faixas originais, e os slots vão eventualmente acabar como os números de telefone", escreve ele.

Mas a situação atual tem se mostrado tecnicamente mais complicada do que isso.

Os pesquisadores têm trabalhado no IPv6 por mais de uma década, mas de acordo com relatórios sobre a matéria, a adoção tem sido lenta.

Agora, alguns escritores estão comparando a situação a Y2K. Eles dizem que nós precisamos agir agora para mudar para o novo sistema ou a internet pode parar de funcionar.

Madrigal, por exemplo, diz que está otimista de que a internet não vai quebrar por causa de uma falta de números de endereços de IP.

"Há, sem dúvida, várias questões importantes para o IPv6", escreve ele. "Mas isso é realmente uma boa notícia porque significa que haverá muitas maneiras de resolver o problema quando todas as oscilações se esgotarem".


Image title

Fonte: meionorte