Veja 8 cobras que se deram muito mal ao comerem mais do que devia

Exemplo de cobras que “explodiram” de tanto comer:

Sabe aqueles dias em que você está morrendo de fome e vai a um restaurante com buffet livre ou se joga em um churrascaria com rodízio e come tudo o que encontra pela frente? Depois da refeição, você pensa que vai explodir e a vontade é de deitar ao lado da mesa e dormir por ali mesmo até terminar a digestão.

No mundo animal também encontramos espécies que exageram na hora de fazer um “lanchinho”.

Confira oito exemplos de cobras que exageraram na refeição e “explodiram” de tanto comer:


1. A píton e a ovelha “grávida”

A fome dessa cobra era tanta que ela nem esperou a mamãe ovelha parir para fazer sua refeição: comeu a bichinha prenha e passou mal até morrer. O caso aconteceu em 2006, na Malásia, e os bombeiros foram chamados para retirar uma cobra “inchada” da estrada.

Image title


2. A píton e o jacaré

Sabe a história de “explodir” de tanto comer? Pois foi o que aconteceu com essa píton de 4 metros de comprimento que tentou comer um jacaré-americano de 2 metros: ela não deu conta do tranco e morreu durante a digestão.

Os pesquisadores do Parque Nacional de Everglades, na Flórida (EUA), encontraram um jacaré morto e semidigerido “escapando” de dentro da píton decapitada. Final mais feliz teve uma cobra no Alabama, também nos EUA, que comeu um jacaré inteiro e ainda “posou” para fotos de raio-x.

Image title


3. Canibalismo de cobras

Duas pítons lutavam por um ratinho quando uma delas deve ter pensado: “Por que vou me contentar com um animal tão pequeno se tenho outro tão grande na minha frente?”. Na hora, ela se enrola na rival que comia o roedor, mata ela sufocada e se alimenta daquela que roubou a sua refeição. O caso lembra o de caçadores que mataram uma cobra gigante e na hora de abrir a bichinha encontram outra cobra dentro dela.

Image title


4. A píton e o gatinho de estimação

Esse caso aconteceu na Austrália: o dono de um idoso gatinho de 16 anos disse que o seu bichano havia sumido há três dias quando ele sentiu um cheiro bem ruim vindo de seu quintal. Lá ele encontrou a píton morta e o felino dentro do estômago da “assassina”.

Image title


5. A píton e o cervo

Outra píton do Parque Nacional de Everglades, na Flórida (EUA), se deu mal em sua última refeição. Apesar de ter sido um dos maiores exemplares já encontrados pelos biólogos do local, com quase cinco metros de comprimento, o réptil não foi capaz de digerir um cervo de pouco mais de 30 kg.

Image title


6. A víbora e a centopeia

Em 2013, na Macedônia, os biólogos encontraram uma cena inusitada: uma pequena víbora de 20 cm de comprimento tentou devorar uma centopeia de 16 cm. O problema foi que ela não conseguiu digerir a refeição, e a centopeia quase conseguiu escapar de sua algoz estripando o bucho da cobra. Porém, presa e predadora morreram nessa batalha.

Image title


7. A píton e o cobertor elétrico

Essa cobra só se salvou por conta dos biólogos: na tentativa de comer um coelhinho de estimação, essa píton “devorou” o cobertor elétrico que mantinha o peludo bichinho aquecido. Até mesmo os cabos elétricos e a caixa de controle da temperatura foram engolidos pela cobra, que foi salva em uma operação inusitada.

Image title


8. A píton e o pé de porco

Na Austrália, um rapaz foi procurar cogumelos em sua propriedade quando deu de cara com uma píton morta após a sua última refeição. Os especialistas acreditam que a cobra teve o intestino perfurado pelo pé do porco que ela tentou engolir por inteiro.

Image title


Fonte: MegaCurioso