Dado Dolabella deixa sua casa por ordem da Justiça

Os boatos dão conta que o ator teria agredido a publicitária

Mais uma vez, Dado Dolabella está envolvido em assuntos polêmicos. Como se não bastasse toda a confusão com a ex-namorada Luana Piovani, agora é sua mulher, Viviane Sarahyba quem pediu o divórcio, depois de 11 meses de casados, por motivos não divulgados. Os boatos dão conta que o ator teria agredido a publicitária.

Dado até já saiu da casa em que morava com Viviane e com o filho do casal, João Valentin, de apenas 8. E isso aconteceu por ordem da Justiça.

Conforme explicou o advogado de Viviane, Sérgio Arthur Calmon Du Pin e Almeida, o pedido de divórcio requerido por sua cliente - ou pedido de "separação de corpos" como se diz no meio - não implica necessariamente em um dos cônjuges ter de abandonar a casa anteriormente compartilhada pelo casal. A liminar favorável a Viviane - por motivos não divulgados, já que os casos da Vara de Família são sigilosos - foi que determinou a saída de Dado, "essa é uma decisão, digamos, extrema", explicou Sérgio.

Os advogados de Viviane e Dado se reuniram hoje para tentar decidir como ficarão as pendências de pensão e da divisão dos bens. Pelo fato de terem se casado em comunhão parcial, eles devem compartilhar apenas a casa em que viviam, em Itanhaguá, região nobre da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. "Viviane está triste, chateada, como toda pessoa que se separa. Mas está reagindo", afirmou o advogado.

Viviane e Dado se casaram em comunhão parcial de bens, e isso quer dizer que todos os bens adquiridos após o casamento serão igualmente divididos entre os dois. Ainda segundo Sérgio, tanto o filho quanto Viviane têm direito a uma pensão. O pequeno receberá, ela não necessariamente precisa exigir esse direito. E os advogados de ambas as partes estão conversando para tentar entrar num acordo sobre todas as pendências legais.

Fonte: Caras