De biquíni, a atriz Regiane Alves vira vedete

De biquíni, Regiane Alves vira vedete





Depois da perua Goretti na novela "Tempos modernos", Regiane Alves vai interpretar a vedete Sonia Mamede no teatro. A atriz, de 32 anos, experimentou pela primeira vez o figurino que usará na peça "A garota do biquíni vermelho", com direito a meia arrastão, lantejoulas e penacho na cabeça (veja fotos).

Para dar vida a um dos ícones do Teatro de Revista e estrela dos filmes da Atlântida, Regiane está tendo aulas de canto há cerca de dois meses com Paula Leal e Amora Pêra, diretoras musicais do espetáculo que estreia no próximo dia 14, no Teatro SESC Ginástico, no Rio.

- Quando o Eduardo Barata (produtor da peça) me perguntou seu eu cantava, disse que sim. Menti. Fui para casa e não consegui dormir. No dia seguinte, liguei para ele e pedi que confiasse no meu trabalho - conta Regiane.

A atriz acrescenta que aceitou o convite primeiro porque a peça - escrita pelo jornalista Artur Xexéo - resgata a cultura brasileira. E também pela oportunidade de trabalhar com Marília Pêra, que dirige o espetáculo.

- Tenho aprendido muito com ela - diz Regiane, que teve certeza que seguiria a carreira de atriz depois de assitir a Marília no teatro, na pele de Maria Callas. - Às vezes eu me pego chorando de tão emocionante que é dar vida a Sonia. Está sendo uma delícia compor cada cena.

O biquíni vermelho é apenas um dos 14 figurinos que Regiane usará no espetáculo. Ideia de Marília, que, quando pequena, foi ao teatro com os pais e viu Sonia Mamede usando a peça.

- Ela nunca se esqueceu daquela imagem e contou isso para o Xexéo, que incluiu o figurino na montagem - conta Regiane.

Desde que aceitou o papel, a atriz intensificou a malhação: ela pratica pilates três dias por semana e faz exercícios aeróbicos (esteira e bicicleta) em outros três. Mas nada para emagrecer.

- As vedetes tinham as formas mais arredondadas mesmo, era uma beleza diferente do padrão atual. Estou malhando para ganhar fôlego e poder cantar de quarta a domingo - explica.

Fonte: Globo