De topless, Geisy Arruda faz um protesto contra o estupro no país

De topless, Geisy Arruda faz um protesto contra o estupro no país

A divulgação do resultado da pesquisa vem causando polêmica e gerando manifestações de revolta nas redes sociais entre anônimos e famosos.

Geisy Arruda decidiu radicalizar e mostrar sua indignação sobre o resultado de recente pesquisa realizada pelo IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - na qual 65% dos brasileiros afirmaram que mulher de roupa curta merece ser atacada.

A divulgação do resultado da pesquisa vem causando polêmica e gerando manifestações de revolta nas redes sociais entre anônimos e famosos. Assim como Valesca Popozuda e outras, Geisy marcou seu protesto com uma imagem sugestiva. Na foto, publicada na tarde desta segunda-feira, 31 ela aparece de topless, segurando uma placa onde se lê: #Eu não mereço ser estuprada #Ninguém merece. "Então quer dizer que uma mulher não pode usar uma roupa mais justa, e se portar como ela quiser, que ela "merece" ser estuprada?? Deus tenha misericórdia dessas Almas!! SEJA DE ROUPA CURTA, VESTiDO LONGO, OU USANDO BURCA, toda mulher merece respeito!!", escreveu Geisy.

Dos Estados Unidos, onde mora, Nana Gouvêa também aderiu ao protesto. Ela aparece nua em um foto, também postada na web, e manda seu recado: "#AcordaBrasil #eunaomerecoserestuprada ! #wakeupBrazil #idontdeservebeingreped!", escreveu.


De topless, Geisy Arruda protesta contra o estupro no país

Nana Gouvêa também se manifestou

Fonte: EGO