Depois que ficam juntos, Miguel e Luciana dormem na casa amarela

Cada vez mais apaixonados, os dois tem sua primeira noite juntinhos

Depois do primeiro beijo (que não é esse, pois ainda vai ser gravado), Miguel e Luciana ficam tão exultantes que choram um choro lindo, de pura felicidade. Não trocam palavras, apenas olhares, e beijos, beijos e mais beijos. E ficam assim um longo tempo, de olhos fechados, vivendo o nascimento desse amor. Tanto tempo que se esquecem dos remédios que ela tem de tomar. Eles sim, mas não Vitória. Quando ela vai chamar Luciana, Alice tenta impedi-la. Ela não tem sucesso, mas pelo menos consegue atrasá-la tempo suficiente para que o mais novo casal troque algumas palavras.

É Luciana quem rompe o silêncio: ?Eu sonhava com um momento assim, como esse que estamos vivendo, mas achava que nunca ia acontecer?. Miguel tinha a mesma impressão. ?Tinha medo que nosso amor não fosse amor, mas uma grande amizade?.

Ela tem medo que não os aceitem, que fiquem contra eles, mas Miguel acha que isso é impossível: ?Ficar contra o amor? Não, tem muita gente torcendo por nós?. E tem mesmo ? o Brasil inteiro, pra começar.

Vitória tenta levar Luciana, mas Miguel fica com essa tarefa pra ele. Ele faz questão de levá-la no colo. É um ensaio para a noite de núpcias, ele diz. Luciana se espanta com tanta pressa: ?Nossa, Miguel, já pensando na nossa noite de núpcias??. Ele diz que sim e vai além: ?Já penso nos nossos filhos! Quatro cinco seis!

Miguel entra na casa e vai direto para o quarto de Luciana, com ela no colo. E quando Vitória sai, fica lá, o tempo todo ao lado dela, deitado, curtindo esse momento mágico. Luciana ainda tem na cabeça o que Miguel disse sobre filhos. Ela sente medo: ?E se eu não puder ter filhos??. Miguel olha pra ela e, com total convicção, afirma: ?Teremos!?.

E eles dormem assim juntinhos, abraçados, a primeira noite do resto de suas vidas.

Fonte: Globo.com