Desafeto de Anamara fala sobre agressão

Desafeto de Anamara fala sobre agressão

O R7 conversou com modelo que diz ter sido agredida pela ex-PM por causa de namorado



Quem assiste ao PPV do Big Brother 10 viu várias vezes Anamara contando sobre uma briga (que, de acordo com relato da própria, chegou à agressão física) com uma ?menina? que, segundo ela, era muito sua amiga mas que a traiu ao roubar seu então namorado, Marcos. O R7 descobriu que a menina em questão é Clarissa Grácia, 27 anos, modelo de Juazeiro (interior da Bahia), atualmente morando em Salvador. Ela confirma a parte da agressão, mas a história que conta é diferente da de Anamara.

Segundo Clarissa, ela nunca foi amiga de verdade da baiana, apenas conhecida. O R7 teve acesso também aos boletins de ocorrência policial que Clarissa fez contra Anamara, na época da briga. Um deles foi feito em novembro de 2009, e diz que Clarissa ?foi agredida pela pessoa de Anamara Barreira, que, em razão dos ciúmes do namorado da comunicante, a agrediu com mãos e unhas, deixando escoriações pelo rosto, braço, barriga e costas?.

Procurado pelo portal, Wank Medrado, o advogado da ex-PM, disse que preferia não se manifestar agora. O assessor de Anamara, Rafael, também não quis comentar as declarações da modelo.

Clarissa contou, entre outras coisas, que sempre foi modelo, e que Anamara foi quem começou na profissão por sua causa, ao contrário do que a baiana afirmava durante o confinamento na casa do Big Brother.

- Fui eu quem apresentou as pessoas do meio para ela.

A loira disse ao R7 que nunca foi amiga de Anamara, mas se encontravam na academia e em baladas.

- Anamara e eu nos encontrávamos vez ou outra. No programa, ela dizia que a gente era amiga a ponto de emprestar roupa uma pra outra. Mas se você reparar, vai ver que seria impossível. Nós duas não temos o mesmo tipo físico, eu nunca peguei roupa dela. Eu sempre trabalhei. Quando ela me conheceu, eu já trabalhava como modelo e como promotora em eventos. Ela é desequilibrada em relação a mim.

Clarissa diz estar preocupada, e conta estar recebendo muitas mensagens de texto, pelo celular, com tom ameaçador.

- Eu estou com receio. Antes de ela me agredir fisicamente, cheguei a prestar várias queixas, no Batalhão de Juazeiro, no Comando do Norte, na delegacia. Tive que parar de estudar porque ela ia na faculdade fazer escândalo. Na Fenagri (Feira Nacional de Agricultura Irrigada), uma feira bem tradicional na qual nós duas trabalhamos, ela tentou me agredir e foi tirada pelos seguranças.

A modelo prossegue: conta que percebeu que Anamara estava jogando de verdade quando chorou, em uma prova do reality, porque não conseguiu ouvir a voz de sua mãe.

- Ela nunca teve um bom relacionamento com a mãe. Elas nunca foram amigas; a mãe tem que avisar quando está indo visitá-la. Não sei se ela tem vergonha ou é por outro motivo. Outra coisa: Anamara disse várias vezes que, se soubesse que podia me beneficiar participando do BBB, desistiria do programa.

Quanto ao namorado que foi o pivô de toda a história, Clarissa afirma que está tudo bem.

- A gente está bem, está junto. Nós nos mudamos para Salvador, mas ainda não moramos na mesma casa. Ele nunca foi namorado dela, nunca andou com ela de mão dada, nunca assumiu. De repente esse foi o motivo de toda a mágoa da Anamara...

Fonte: R7, www.r7.com