Dono do "Kuduro" tenta impedir o lançamento do DVD de Latino

Latino disse que Lucenzo não se conforma com o sucesso da versão brasileira.

O português Lucenzo, famoso pela autoria da música "Danza Kuduro", está tentando impedir que Latino lance em maio o DVD "Live in Copacabana", gravado nas areias do Réveillon carioca. Tudo porque o disco traz a versão brasileira do ritmo angolano que foi sucesso em toda a Europa na voz de Lucenzo. O português anda espalhando que não autorizou Latino a gravar a música, que no Brasil ganhou uma versão feita por Daddy Kall e interpretada pelo cantor de "Festa no Apê".


Dono do

A gravadora EMI, porém, alega que não existe nenhuma irregularidade na gravação de Latino, "uma vez que a obra foi devidamente formalizada e tornada lícita oficialmente pelo departamento jurídico da EMI, que representa os direitos autorais da obra original aqui no Brasil", informa o comunicado.

Latino disse que Lucenzo não se conforma com o sucesso da versão brasileira. "Colocaram na cabeça do Lucenzo que eu prejudiquei a turnê dele. O Brasil conhece o Kuduro comigo há seis meses e o cara está inconformado com isso! Agora, está querendo embargar a música do DVD".

Em entrevista recente ao programa "TV Fama", da RedeTV!, o autor de "Danza Kuduro" disse que não gostou da versão e que sua equipe estava tratando de um possível processo jurídico. A questão virou, literalmente, uma novela. Lucenzo autorizou que a música fosse usada na abertura de "Avenida Brasil" com a condição de que não fosse cantada por Latino.

Ironia do destino, o português acabou aceitando uma versão que em nada lembra sua música. Um exemplo é que o verso "Vem dançar kuduro" se transformou, na abertura da trama, em "Vem dançar com tudo".

Fonte: O Dia Online