Duas pessoas morrem após terremoto no México

Duas pessoas morrem após terremoto no México

Sísmologos americanos alertam que é grande a probabilidade de um novo terremoto nos próximos dias

Uma moradora de Playa del Rey, na Califórnia, registrou o momento exato do terremoto de magnitude 7,2 que atingiu a fronteira entre o México e os Estados Unidos e deixou ao menos dois mortos.

As imagens na cidade que fica ao sul de Los Angeles mostram como o tremor foi forte o suficiente para provocar ondas em um piscina.

Testemunhas na região atingida pelo terremoto descreveram que a sensação era de estar em um navio em alto mar, balançando sobre as ondas.

Sísmologos americanos alertam que é grande a probabilidade de um novo terremoto nos próximos dias na mesma região. O tremor ocorreu ao longo de uma falha geológica de 80 quilômetros que atravessa o norte do México e o sudoeste dos EUA, num área pouco profunda, o que aumenta os riscos de danos materiais e vítimas se a terra voltar a tremer com mais intensidade.

Estado de emergência

O governo do estado mexicano de Baixa Califórnia decretou no domingo (4) estado de emergência em Mexicali, cidade mais afetada pelo terremoto de 7,2 graus que atingiu a região.

Pelo menos duas pessoas morreram por causa do terremoto na cidade, de acordo com a declaração do governador José Guadalupe Osuna. "Um morreu com a queda de uma parede e outro após o desmoronamento de uma casa", explicou Osuna em uma declaração televisionada.

Além das duas mortes, centenas de pessoas tiveram ferimentos leves na cidade, e há danos em um número não determinado de casas, estabelecimentos comerciais e hospitais, disse à AFP o diretor de Proteção Civil estadual, Alfredo Escobedo.

Segundo o Serviço Sismológico Nacional (SSN) mexicano, o terremoto ocorreu às 15h40 locais (19h40 de Brasília) a 18 km ao sudeste da capital da Baixa Califórnia, Mexicali, município fronteiriço com os Estados Unidos e que tem 900 mil habitantes.

Réplicas

O Serviço Geológico dos Estados Unidos emitiu um comunicado em que informa que houve réplicas de 3,8 e 3,6 de magnitude e, além disso, outro terremoto, de magnitude 5,1 no sul da Califórnia americana.

Essa última réplica aconteceu às 16h15 local (20h15, Brasília) a 16,9 quilômetros de profundidade e a um quilômetro de Imperial (Califórnia).

O Centro de Informação sobre Terremotos mexicano informou que houve dez réplicas após o tremor, a mais forte de 5,4 graus Richter.

Fonte: g1, www.g1.com.br