Em briga judicial com a Record, Datena manda "banana" para emissora

Em briga judicial com a Record, Datena manda "banana" para emissora

A execução da Record contra Datena giraria em torno de R$ 30 milhões.

A Record pediu à Justiça a penhora dos bens de José Luiz Datena, alegando que ele rompeu o contrato com a emissora ao deixar a TV para retornar à Band, menos de dois meses após ter assinado compromisso de cinco anos, segundo informações da colunista Mônica Bergamo, da "Folha de São Paulo". A execução da Record contra Datena giraria em torno de R$ 30 milhões.

Mais tarde, ao vivo no programa "Brasil Urgente" desta terça-feira (4), o jornalista falou sobre o caso: "Eu não tenho medo de ninguém não. Vocês pensam que vão me intimidar, vocês não vão. Em respeito ao bispo Edir Macedo, eu não vou dar resposta pra ninguém aqui não. Se eu quisesse, ?lenhava? vocês de cima em baixo. Mas de ponta cabeça. Vocês podem meter medo no Ricardo Teixeira, mas eu não tenho medo de vocês não", esbravejou.

Segundo Datena, quem rompeu o contrato foi a Record, entre outros motivos porque não tinha condições de trabalho e porque foi censurado em não dar entrevistas.

Ainda no programa, o apresentador da Band mandou um recado para a emissora da Barra Funda: "A resposta que eu tenho que dar pra vocês é na Justiça, nos termos da lei. Eu confio na Justiça. Vocês acham que eu tenho medo de vocês? Vocês acham que mandam no mundo? Aqui pra vocês", disse Datena, mandando uma "banana" para a Record.

No final do discurso, ele ameaçou: "A hora que eu começar a falar, eu vou falar pra cacete. Pode esperar que eu falo sem parar. Mas por enquanto eu estou respeitando o bispo Edir Macedo. Mas é só por enquanto também".

Os advogados de Datena já pediram a extinção da execução.

Fonte: Na Telinha