Em despedida do personagem, Kiko chora e diz que ama o Brasil

Em despedida do personagem, Kiko chora e diz que ama o Brasil

Depois de brincar, Villagrán voltou ao estúdio sem a fantasia e explicou como surgiu o persogem.

No Brasil para alguns shows antes da aposentadoria de Kiko da série Chaves, Carlos Villagrán despediu-se do personagem no programa Domingo Legal, do SBT, neste domingo (14). Em conversa com o apresentador Celso Portiolli, Villagrán, hoje com 69 anos, disse que ama o País e considera os brasileiros uma família. ?Queria agradecer a cada um do Brasil, eu gosto muito de vocês. É porque o Brasil é minha família?, disse o ator mexicano em ?portunhol?. Ele não conteve as lágrimas durante a participação na atração.

Mostrando os melhores momentos de Quico (ou Kiko, como ele escreve após uma briga por direitos autorais reivindicados por Roberto Gómez Bolaños, o Chaves) no seriado, Portiolli não economizou elogios ao descrever o ator. ?Você é uma artista tão grande, um fenômeno tão grande, que fiquei impressionado. É um dos maiores dos últimos tempos. E você, Kiko, teve sorte de encontrá-lo (Villagrán, o ator) e ele teve a sorte de encontrá-lo?, disse.

Depois de brincar, Villagrán voltou ao estúdio sem a fantasia e explicou como surgiu o persogem. "Eu tinha oito anos e meu pai me obrigava a imitar meu tio, que era bochechudo. Eu não gostava muito disso, porque ele me forçava a fazer isso", explicou. Com a aposentadoria de Kiko, o ator planeja lançar um livro de agradecimentos na América Latina.

No fim da participação no programa, Villagrán ainda se emocionou com um vídeo em homenagem ao personagem da famosa série. O texto da narração era como se Kiko agradecesse ao ator por sua existência. "Estar em um País que não é o meu, o Brasil que eu amo, é como pagar o meu coração por tantas risadas que eu lhes dei. Vocês me fazem muito mais feliz agora. É de alegria, agradecimento (as lágrimas que ele não conteve). Não tenho como pagar", disse o mexicano. "Saiba quem tem um fã aqui. Não tem preço também estar com você aqui no palco. Você é um gênio do humor", disse Portiolli.

Carlos Villagrán se apresenta neste domingo em São Paulo, no Carioca Club. No próximo sábado (20), ele passa por Porto Alegre, no bar Opinião, e no domingo (21), em Belo Horizonte, onde tem show no Galopeira. Sua última visita ao Brasil foi em 2012, durante o Festival Boa Vizinhança, em São Paulo.

Originalmente chamada de El Chavo del Ocho, a série do garoto Chaves foi gravada entre 1971 e 1979, no México, rendendo oito temporadas e 290 episódios. No Brasil, o programa é exibido desde 1984, sendo um dos maiores fenômenos infantis desde então.

Fonte: Terra