Piauiense furacão da CPI lança ensaio nu na Playboy, em Brasília

Piauiense furacão da CPI lança ensaio nu na Playboy, em Brasília

Episódio resultou na exoneração dela do gabinete de Ciro Nogueira (PP-PI).

A advogada Denise Leitão Rocha, ex-assessora parlamentar do Senado, participou nesta quarta-feira (12) em Brasília do lançamento da revista ?Playboy?, que traz na edição deste mês um ensaio fotográfico com ela. Denise ficou conhecida como ?furacão da CPI? após ter um vídeo em que aparece tendo relações sexuais divulgado na web. A gravação chegou a ser vista por parlamentares durante a CPI do Cachoeira.

Ao chegar ao local de lançamento da revista, a ex-assessora disse que estava feliz com o resultado do trabalho. Denise disse que o epidódio, que resultou na exoneração dela do gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI), mudou a vida dela. "Mas ainda estou trabalhando tanto quanto antes", disse.

Denise trabalhava desde 2011 e ganhava cerca de R$ 4 mil mensais. Como advogada, ela assessorava o senador durante a análise e votação de projetos de lei nas comissões do Senado. "Eu adoro os parlamentares", afirnou, enquanto posava para fotografias durante o lançamento da revista.

Ela disse que resolveu posar para revista porque tinha de "pagar as contas". Ao ser perguntada se o cachê recebido pelo ensaio já deu para pagar as contas, ela respondeu: "Deu não".

Quando perdeu o cargo, a advogada se disse ?injustiçada?. "O dinheiro [da revista] não paga meu estresse. Eu não vou desistir de provar judicialmente toda a injustiça que fizeram comigo", afirmou.

O senador chegou a justificar a demissão dela pela repercussão que o caso tomou. "Eu preciso de uma assessora nas comissões, que faça o trabalho. (...) Não posso ter uma celebridade, não é esse o trabalho."

Fonte: G1