Ex-baterista processa cantora Ivete Sangalo na Justiça do Trabalho

Ex-baterista processa cantora Ivete Sangalo na Justiça do Trabalho

Baterista da diva baiana por 14 anos, Antônio pediu R$ 5 milhões referentes a férias, FGTS, aviso prévio de 13º salário.

Segundo a coluna Retratos da Vida, do jornal Extra, o ex-baterista de Ivete Sangalo, Antônio da Silva, está processando a cantora na Justiça do Trabalho após ser demitido em março de 2010, depois de três meses sem receber seus direitos trabalhistas. Baterista da diva baiana por 14 anos, Antônio pediu ao irmão de Ivete, Jesus Sangalo, e Paulinho Nunes, administrador da empresa Caco de Telha, R$ 5 milhões referentes a férias, FGTS, aviso prévio de 13º salário.

A dupla ofereceu R$ 140 mil, mas Toinho Batera, como é conhecido, quis R$ 1,6 milhão. Irritado, o irmão de Ivete teria empurrado xingado o músico e empurrado seu advogado. Após o episódio, Jesus Sangalo foi demitido da empresa da cantora. A Receita Federal também está de olho na musa. A Caco de Telha supostamente declarava salários menores que os recebidos pelos músicos.

Fonte: Terra