Ex-Big Brother Rodrigo Lopes revela que mudará de sexo em agosto: "Quero ser mulher normal"

Ex-Big Brother Rodrigo Lopes revela que mudará de sexo em agosto: "Quero ser mulher normal"

Brother" inglês como Rodrigo Lopes - fala de superação e de nova fase

Depois de passar por um período difícil, ter depressão e até tentar se matar, parece que a vida do ex-participante do "Big Brother" inglês Rodrigo Lopes, que ficou famoso no Brasil após virar mulher, está prestes a mudar.

Rebeka Shelton, como é chamada agora, superou a fase ruim e vai realizar seu grande sonho: após colocar 440ml de silicone nos seios, ela fará uma cirurgia de transgenitalização (mudança de sexo). ?Fiz muitas pesquisas e descobri que o Dr. Marcio Littleton, do Rio de Janeiro, é um dos cirurgiões mais conceituados do mundo para esse tipo de cirurgia, pois a técnica usada deixa o resultado totalmente natural, uma vagina anatomicamente perfeita, com prazer, profundidade, elasticidade e umidade normais. A cirurgia será meu renascimento, o início de uma nova vida, com novos projetos, novos sonhos. Sinto que estou na melhor fase da minha vida?, explicou Rebeka.

O procedimento acontecerá no início de agosto ? ela não quer dizer o dia certo ?para não colocarem mau-olhado? ? e contará com a ajuda financeira da família de Rebeka, que agora aceita a sua identidade de gênero. ?Voltei a morar com minha família, estou recebendo todo o amor e aceitação dos meus pais, que me receberam de braços abertos. Sou e sempre serei eternamente grata a eles. Esperei a vida toda pela aceitação da minha família, que inclusive está me ajudando a custear a cirurgia. Esse apoio deles é o que me motiva a continuar essa jornada?, comemorou ela.


Ex-Big Brother revela que mudará de sexo:
A relação com a irmã, que antes era conturbada ? Rebeka era chamada de ?lixo?, ?viadinho? e ?aberração? por ela ? agora está em paz. ?Com minha irmã está tudo bem, ela está aos poucos me aceitando e me respeitando. Tudo que eu quero dela é amor de irmã, poder ter sempre um bom relacionamento, conversar, sair juntas?, declarou Rebeka.

Notícia falsa de câncer e coma

No dia 18 de maio, um anúncio feito no Twitter de Rebeka dizia que ela estava com câncer no cérebro e em coma. Porém, ela desmente e diz que tudo não passou de um período difícil em sua vida, que estava com depressão e que fez tratamento psicológico. ?Tive muitos problemas de saúde. Uma grave queda me deixou completamente cheia de hematomas. Fui internada e nos exames acharam que existia algo mais grave, mas depois descobriram que não era o que pensavam?, contou ela, que prefere não falar muito sobre esse período. ?Posso finalmente dar adeus a tudo que vivi há alguns meses e dar boas-vindas à melhor fase da minha vida?, deconversa.

?Vida sexual normal em dois meses?

Uma das provas de que Rebeka está recuperada é que ela está apta para fazer a cirurgia de mudança de sexo. Segundo o cirurgião, um dos requisitos obrigatórios é apresentar laudos que comprovem sua saúde física e mental. ?O paciente tem que apresentar laudos psiquiátrico, psicológico, endocrinológico e de uma assistente social. Rebeka apresentou tudo isso?, disse ele.

Além disso, após o procedimento cirúrgico, que dura em média oito horas, é necessário que a paciente fique em observação. ?Ela ficará internada por cinco dias e mais 15 dias no Rio (Rebeka é de São Paulo), para acompanhamento médico. Mas o pós-cirúrgico é bem tranquilo. Em dois meses, ela já poderá ter uma vida sexual normal?, comentou o Dr. Littleton.

Uma "mulher normal"

Com a nova fase em sua vida, Rebeka quer esquecer o período ruim que passou ? quando saiu da casa dos pais, ela teve dificuldades em pagar aluguel e se sustentar. ?Percebi que existia uma vida pela frente, que eu deveria deixar para trás tudo que me fazia mal e ser feliz! Abandonei o flat em que eu vivia, os ambientes que eu frequentava, as más amizades. E hoje estou ao lado das pessoas que me amam de verdade?, contou ela, que agora pretende constituir família. ?Quero ter uma vida de uma mulher normal. Quero arrumar um emprego, um amor, adotar um filho e ser feliz".

Fonte: EGO